foradocasulo

…………………………………………………

A Festinha de 2 Anos

Logo ao final do dia da primeira festinha do Enzo comecei a pensar na próxima. Em janeiro deste ano comecei a correr atrás de buffets e idéias. O primeiro ponto que quis fechar foi o que servir e quem contratar, ano passado não contratei ninguém, comprei os salgadinhos e cuidei de servir tudo sozinha, não façam isso! É impossível dar atenção aos convidados e curtir a festa se você tem que se preocupar em repor salgadinhos, bebidas e afins. Lição aprendida, cotei alguns buffets infantis, alguns buffets que vem até sua casa e me decidi pelo Crepes e Festas, o mesmo que fez a festinha de 2 anos do meu sobrinho. Escolhi este serviço por ver que todos gostaram muito no aniversário do Lucas, por conhecer a Silvana, serviço de garçom no pacote e o preço também é bem atrativo.

Segundo passo foi montar uma planilha para controle do que contratar e quantidade (ano passado fiz três festas no quesito quantidade, minha família saiu com marmitinha e até doação para a Igreja local nós fizemos). Como no buffet escolhido as bebidas estão inclusas (água e refrigerante) , só preciso me preocupar com suco e cerveja e para isso a planilha será bem útil. Nela eu coloco os convidados totais, quantos são crianças, quem bebe e quem não bebe. Com essa informação Maridão faz as contas de quantos litros devemos comprar. Com base na planilha eu calculo o volume de lembrancinhas também. Sou contra aqueles saquinhos de guloseimas para os pequenos, mas acho legal que as lembrancinhas sejam úteis, portanto para os pequenos darei um livrinho do tema da festa para colorir e uma caixinha de giz de cera. Encontrei o livrinho pronto para impressão no blog “Fazendo a Minha Festa”, eu apenas mexi na última página para acrescentar o nome do Enzo. Eu disse que sou contra encher as crianças de doces no pós festa, mas não sou contra dar UM doce de qualidade, portanto encomendei um cupcake decorado para todos os convidados como lembrança da festa. Este será da Cupcakeart, que já conheço e gosto muito.

Outro ponto muito importante da festa é a decoração. Ajuda a dar o clima infantil à festa e deixa as fotos muito mais alegres e bonitas. Ano passado contratei a Megacenários, e peguei o tema “Madagascar – O filme”. Eles foram pontuais e a decoração ficou linda. Como em time que está ganhando não se mexe, contratei novamente a mesma empresa e o tema será Patati Patatá no Circo. Eu queria o tema Circo, por achar colorido, lindo e animado, mas filhote anda doido por essa dupla de palhaços que resolvi fazer um mix de nossos desejos. Sei que tem muitas mães que são contra esses temas fabricados e preferem fazer algo diferenciado. Já vi festas lindíssimas e totalmente únicas, mas eu não tenho nenhuma habilidade manual, nem tempo e nem saco para montar tudo personalizado, portanto, vamos de temas comerciais mesmo. Quem sabe ano que vem, contrato a Cupcakeart não só para as lembrancinhas mas para a decoração geral e faço algo customizado.

E para finalizar, contratei dois brinquedos para a alegria da criançada. Ano passado montei aqueles tapetes de EVA com piscina de bolinhas e alguns briquedos e foi bem legal. Essa ano, como as crianças estão maiores e ADORAM pular, contratei a BrinkFesta para levar uma cama elástica e um castelo 3 em 1 (ele é um pula pula com piscina de bolinhas no interior e tem um escorregador para sair), mais um monitor porque não quero ficar presa olhando as crianças nos brinquedos, quero circular, curtir, tirar muiiiiitas fotos. Bom, com tudo isso feito. Ficam pendentes os convitinhos, ou pegarei os prontos em lojas especializadas em festas infantis ou minha amiga Ká fará um personalizado para impressão e envio por email, embalagem para as lembrancinhas das crianças, caixa grande de papelão com algum enfeite para colocar os presentes (posso usar aquele berço camping também, é só enfeitar) e alguns detalhes como gelo para as bebidas no dia, bolo e brigadeiros. No buffet teremos pratos, copos e talheres além de crepes doces com sorvete, portanto, só vou encomendar 100 brigadeiros para fazer uma graça na mesa do bolo.

Confesso que pensei em cancelar tudo isso hoje, porque meu sogro teve um AVC perto da páscoa e anda meio deprê. Estamos preocupados com o futuro dele. Mas, depois de refletir neste final de semana e de conversar com minha irmã mais velha e algumas amigas do peito, resolvi não sofrer por antecipação. Não posso cancelar tudo pensando que o pior pode acontecer, tenho que pensar positivo, que tudo vai ser resolver. O Enzo merece essa festa, merece curtir esse momento perto da família e amiguinhos. Merece o bolo de “colati”, briquedos e a decoração dos palhaços. E, se o algo ruim acontecer e tivermos que cancelar tudo em cima da hora, paciência, coisas da vida e bola pra frente!

Sites dos serviços já contratados:

http://www.crepesefestas.com.br

fazendoaminhafesta.blogspot.com.br

cupcakeart.com.br

http://www.megacenario.com

www.brinkfesty.com.br

 

 Depois conto tudo como aconteceu e coloco fotinhos!!!!

5 comentários »

Sobre as avós de minha infância

Quando é o dia da avó? O dia dos pais, das mães e das crianças são sempre comemorados com presentes, almoços, passeios, mas o dia das avós eu nunca comemorei e nunca conheci alguém que o fizesse. Porque será? Para mim as avós tem um papel tão imporante, tão fundamental na vida dos netos que deveriam sim, ser um dia tão comemorado quanto os outros já citados.

“Ser avó é ser mãe duas vezes”, dizem por aí. Eu ainda não sou avó para descrever a sensação mas fui criada por uma e quase todos os finais de semana eu passava com a outra. Duas avós completamente diferentes, mas que me deixaram doces recordações da minha infância. Como é bom sentir o amor de nossas avós, um amor incondicional como o de mãe, com menos carga de responsabilidade e mais leveza.

Minha avó materna, a que cuidou de mim até eu completar 10 anos e ir morar com meu pai, sempre foi carinhosa, do tipo que te segura no colo e faz suas dores sumirem, aquela que faz seu bolo predileto, aquela que não consegue brigar com você por ter quebrado um vaso caro ou riscado o sofá novinho e que te defende com unhas e dentes, mesmo quando você não tem razão. Avózinha querida que sempre se queixa de algum problema de saúde, mas que ainda vive, firme e forte, apesar da aparência frágil.

Minha avó paterna, aquela dos finais de semana animados, que me levava para pescar, que brincava de pique-esconde no escuro em casa, gostava de farra e quando estava com os netos voltava a ser criança. Avó que fazia qualquer dia de chuva se tornar um dia alegre, que sabia todas as brincadeiras e jogos, que me levava às festas, mas também que dava broncas quando necessário. Avó que fumava, pintava as unhas de vermelho e nunca ficava doente, mas que agora está no céu.

São tantas as recordações que fica difícil colocar tudo no papel. E agradeço a Deus por ter me proporcionado a convivência com estas duas pessoas tão diferentes e tão maravilhosas. Pessoas que fizeram a diferença na minha vida e que ajudaram a moldar a pessoa que sou hoje.

Meu filhote nasceu sem ter as duas avós por perto. Minha mãe faleceu algumas horas após me trazer para este mundão e minha sogrinha se foi quando eu estava com cinco meses de gravidez. Foi uma dura perda para nós. Fico muito triste em saber que meu filhote não terá as experiências que tive com minhas avós, mas tenho certeza que hoje as duas Cidinhas estão lá de cima cuidando dele.

Segundo dados extraídos da Wikipédia, o dia das avós e dos avôs é comemorado em 26 de julho. O dia escolhido foi por ser o dia de Santa Ana e São Joaquim, pais de Maria e avós de Jesus Cristo.

2 comentários »