foradocasulo

…………………………………………………

Mamadeira, Dentes e Alimentação Saudável

Quando filhotinho completou uns 7 meses os primeiros dentinhos começaram a apontar, a Dra. Pediatra nos pediu para cortarmos a mamadeira noturna, segundo ela, a principal causa de caries e problemas bucais precoces. Pensamos, mas como fazer isso, o pequeno iria acordar de madrugada chorando de fome e iríamos ignorar? Quanta maldade? Bom, a vida foi legal conosco e filhotinho passou a dormir direto com raríssimas exceções de break no meio da madrugada. Problema resolvido.

Agora, com 1 ano e meio, a dentição está quase completa e me pergunto, será que a mamadeira noturna, aquela morninha antes de dormir, também trará problemas? Na última consulta não falei sobre o assunto e a Dra. Pediatra também não. Filhote mama no colinho da mamãe (ou do papai) e vai direto pro berço, sem escovar os dentes. Será que vale a pena fazê-lo escovar os dentinhos entre essa última mamada e o berço? Mas o ritmo do soninho iria ser quebrado, já que a mamadeira ajuda a entrar no clima. Em contrapartida, não quero filhote visitando o dentista antes da hora. Bom, vou pesquisar mais sobre o tema.

Sei que a transição da mamadeira para o copo já deve ser iniciada nesta fase, e que isso vai ajudar muito na rotina de higiene bucal. Começamos com um copo com bico de silicone mais macio, mesmo material do bico da mamadeira. Esse mês comprei um com o bico mais rígido. Ele também usa o canudo e com ajuda usa o copo convencional. Na mamadeira só leite puro, no copinho qualquer outro líquido apropriado para ele, assim vamos incentivando o interesse pelo copinho ao invés da mamadeira.

E por falar em mamadeira, me orgulho de até hoje dar apenas leite puro pro Jacaré. Vejo mamães dando leite com achocolatado bem antes dos pequenos completarem um ano, me dói o coração. Explico…tenho visto a crescente obesidade infantil e doenças que até pouco tempo só eram de adultos presentes na infância, para mim, a culpa – na maioria dos casos – é dos pais. No inicio da vida as crianças estão abertas a provar de tudo, é nessa fase que temos que implantar o gosto pelo que é saudável. Doces, frituras, junk food deve ser evitado já que no futuro elas irão comer de qualquer maneira. Li em uma dessas revistas que tratam sobre como criar os filhos que a preferência alimentar é formada na primeira infância e que se esta for saudável a chance de seu filho se tornar um adulto saudável aumenta consideralvemente.

Eu não quero que meu filho tenha problemas com obesidade, doenças cardiovasculares, etc e etc e por isso evito ao máximo o que não agrega. É claro que ele come um bolinho simples de vez enquando, um bolo de aniversário quando temos uma festinha, mas todo dia não! Outro ponto que aprendemos, aquilo que ele não conhece ele não pode ter vontade ainda, portanto há muita coisa que não apresentamos ainda como refrigerante. Incentivo o consumo de frutas, legumes e estamos indo bem nesse quesito, apesar de muitos amigos nos chamarem de chatos. Outro ponto importante é que os pais devem seguir o ritmo alimentar imposto aos filhos, senão o sucesso está comprometido. Portanto, Maridão está comendo frutas e eu, cortando os doces. 😉

Anúncios
Deixe um comentário »