foradocasulo

…………………………………………………

Escapadinha do Casulo: Juquehy

Maridão e eu conseguimos uma semaninha de férias agora em janeiro e resolvemos descer para praia, viagem simples, rápida e de carro. Depois de algumas pesquisas com colegas “praieiros”, decidimos conhecer Juquehy, litoral norte de São Paulo. Escolhi pela internet uma pousada perto da praia e que aceitasse criança. Para minha surpresa há muitas pousadas que não aceitam menores de 12 anos por lá.

Esqueci de checar o principal antes de fazer a reserva, como estaria o clima por lá no período. Fiz a reserva de terça a sábado, porém terça amanheceu com uma chuva chata e ao checar a previsão na internet notei que choveria quarta o dia todo também. Ficar trancados em uma pousada com um menino de 1 ano e meio sem ter o que fazer é muito chato. Portanto resolvemos ficar em casa e só descer na quarta a tarde. Perdemos uma diária mas ganhamos em conforto e sossego. Não me arrependo dessa decisão, pois os outros dias foram de sol e pudemos curtir a praia.

A praia de Juquehy é extensa, calma e limpa (vimos até peixinhos por lá). Não estava “muvucada” e todos os hotéis e pousadas prestam serviço com cadeiras, guarda-sol e pessoas para montá-los e desmontá-los para você. Preocupação zero neste quesito. O único ponto negativo para casais com crianças pequenas é que não há estrutura com banheiro, ducha de água doce, quiosques, etc…tudo por questões ambientais. Portanto, é preciso levar uma frasqueira com bebidinhas, comidinhas e água para tirar a aréia e sal dos pequenos. Senão, é irritação na certa.

A cidadezinha é bem servida de serviços aos turistas. Na rua da praia (onde ficamos) tem tudo que você precisa: farmácia, mercadinhos, restaurantes e até um mini shopping. Os preços são um pouco salgados, mas vale a pena. Na primeira noite jantamos no Pascoal, restaurante local indicado pela recepcionista da Pousada. Ambiente simples mas com  comida deliciosa. No dia seguinte fomos ao Varandão, Enzito se esbaldou com o bolinho de bacalhau e moqueca capixaba.

E na sexta o ponto alto foi o Bistrô, restaurante todo aberto, com dois pés de Jaca no meio que dão um charme especial e com espaço kids. Filhote brincou enquanto esperamos pela comida e comeu – acreditem – risoto de rúcula com peixe e funghi. Descobrimos nesta viagem algo muito importante, nunca pedir suco antes de chegar a comida. Normalmente ele bebe todo o suco e depois não quer comer. Com este detalhe simples não tivemos o menor problema para ele comer durante esta viagem.

Nesta viagem não tivemos problemas com a alimentação do pequeno, porém ele estrava estranhamente manhoso, chorando a toa e não temos certeza se o problema era o incômodo com a areia da praia e calor. Na Bahia, ele não comeu bem porém ficou animado e sem manhas, mas ficamos mais na piscina do hotel do que na praia. Em uma próxima viagem para a praia tiraremos esse dúvida, se foi um caso pontual ou se ele se irritou com a praia em si. Se bem que ultimamente ele anda pedindo muito colo, manhoso que só. Será que está entrando em uma nova fase? O tempo dirá.

Juquehy

Que venham mais passeios, viagens e diversão em 2012!

Anúncios
Deixe um comentário »