foradocasulo

…………………………………………………

2012: Ano do Dragão e das Meninas, será?!

Em 2009 e 2010 foi uma chuva de meninos…minhas amigas todas tiveram meninos, minha irmã e eu. Esse ano já temos três chegadas bem próximas: Alice, Lara e Larissa. Filha de um colega de trabalho que deve nascer amanhã, minha sobrinha e filha da minha prima, nesta ordem. Que sejam bem-vindas essas menininhas para florear um pouco nossas vidas!

2012 também é o ano do Dragão, cuja regência se inicia hoje e vai até 09 de fevereiro do ano seguinte. O Dragão no horóscopo chinês simboliza a força, felicidade, boa sorte e riqueza. Só coisa boa, hein?! Li em uma chamada em algum site que não me lembro agora, que a China espera por um boom de bebês neste ano exatamente pelo que ela representa.

Como é boa essa sensação de ano novo e com boas perspectivas. Boas notícias e vidas novas para nos encher de alegrias!

Anúncios
Deixe um comentário »

Curtas

Dia 29 foi aniversário da mamãe aqui, mas infelizmente tive que passar esse dia longe do meu Jacaré e Maridão, óssos do ofício. Mas no dia 30 tive direito a bolo, meus dois amores cantando Parabéns e presente!!! No sábado, dia 03 eu faria uma pequena comemoração, só para os amigos mais chegados, porém fomos convidados para uma festa infantil em SP e acabei optando pelo programa mais interessante para meu filhote. Ele adorou, claro!! A festa do Leo, que estava completando 2 anos, foi no salão de festas do prédio e havia muito espaço para as crianças brincarem: playground, brinquedoteca e piscina de bolinhas. Saímos daqui por –volta das 16hs e voltamos às 21hs. Jacaré se divertiu bastante!!!

—————————————————————————————————————————————————-

Ontem foi dia também de comprar o presente para o aniversariante e aproveitei para comprar os presentes de Natal. 7 Crianças no total, excluindo meu filhote que ainda não faço idéia do que dar á ele, mais o meu presente e do Maridão. O pé da Árvore ficou lotado! ADORO!!!

—————————————————————————————————————————————————

Ao chegar ao shopping me deparei com uma senhora com 3 crianças, tri-gêmeos por volta dos 6 anos de idade. Um na cadeira de rodas, outro no colo (deu para perceber que também tinha dificuldade para locomoção) e outro com aparelho auditivo e óculos de alto grau. A tia das crianças chegou logo em seguida, reclamando que as pessoas não respeitavam as vagas definidas para deficientes e que sofreu para tirar a cadeira de rodas do carro na vaga comum. Ao ver aquelas três crianças com deficiência, me deu um aperto no coração. Me parece tão injusto com elas e com aquela mãe! Ninguém me pareceu triste, pelo contrário, estavam rindo e brincando apesar da indignação com os motoristas mal-educados que param em vagas destinadas à quem precisa de um diferencial. Mas mesmo assim, vi o quanto a mãe destas crianças precisou e precisa ser forte para manter aquela família unida e feliz apesar das adversidades. Que Deus os abençoe e ilumine!

————————————————————————————————————————————————

Voltando ao Natal, resolvi que este ano a ceia e almoço do dia 25 serão em casa. Ainda não sei ao certo quantas pessoas virão, mas mesmo que sejamos só nós três, quero que tudo seja especial. A casa já está enfeitada, meu livro de receitas de Natal já tem algumas páginas escritas e o menu está sendo definido. Estou contando os dias!!!!

 

Deixe um comentário »

Mommy’s back…

Nossa, larguei mão do blog por um tempão, né?! Tanto que meu último post foi bem chutadinho, com vários erros de digitação e estrutura. I know and I am sorry about that. Mas não pretendo ficar editando textos já postados e vamos que vamos.

Bom, o motivo foi uma semana agitada no trabalho com mudanças em alguns pontos e ajustes para minhas férias, junte a isso a organização da festinha de aniversário do maridão e preparativos para a viagem. Ufa…mas conseguimos!!!!

Depois veio a semana de férias em Guarajuba (perto de Salvador). Nem levei notebook já que a proposta era curtir muito sol e esquecer de tudo que pudesse me lembrar de obrigações, trabalho, cobranças e problemas. O blog não representa nada disso, mas acesso à Internet, já viu, não resistiria a ver meus emails, facebook, etc.

………………………………

A Festinha de aniversário para o maridão foi uma delícia, poucos amigos, mas são os que moram em nossos corações. Só faltou um casal muito querido, mas por um motivo MARAVILHOSO….o nascimento do Lucas, filhotinho deles e nosso sobrinho de coração!

Enzito se divertiu a valer com as outras crianças no gramado do campo de futebol que fica ao lado da churrasqueira do condomínio. Dessa vez decidimos fazer na área de lazer e não em nossa casinha como de costume, exatamente para que as crianças tivessem mais espaço para correr e brincar.

A semana agitada para o Jacaré começou com o niver do maridão, na quarta, e no sábado, embarcamos rumo à Salvador. Mas esta história vai ser longa e deixarei para um próximo post.

Bjo

2 comentários »

Um Final de Semana Fora do Casulo

Ufa….o final de semana foi agitado. No sábado fomos para Campinas para o Festival 2011 da escolinha da minha afilhada e sobrinha. O Enzo ficou vidrado nas apresentações de dança, bateu palmas, se empolgou e, em alguns momentos, ficou hipnotizado com tanto movimento, som e cor. Uma graça de ver.

O Festival acabou por volta das seis e decidimos passar no apartamento do meu irmão para trocar minha afilhada, dar algo para os pequenos comer e depois sairmos para jantar. A Julinha e o Enzo se divertiram um pouco com os brinquedos dela, comeram banana, tomaram leite e depois seguimos para o Giovanetti que fica no Parque Don Pedro. Confesso que na ida me preocupei, pois já eram 8 da noite e meu Enzito havia dormido uma horinha antes de irmos para o Festival. Se quando ele dorme umas 2-3 horas a tarde já quer dormir antes das 8, imagina depois de toda a agitação.

Quando chegamos, uma fila já estava formada para entrar no restaurante, mas como estávamos com bebês, entramos direto. Pegamos uma mesa bem ao lado da área de recreação infantil e o Enzo quis brincar logo de cara. Não fez cerimônia, não ficou envergonhado, que nada, já chegou chegando, pegando os brinquedos. Fiquei boba! Ao ver meu filhote tão animado, me animei também, pedi um Mojito e comecei a curtir nossa saída noturna em família. Correu tudo bem, Enzito até comeu bolinho de bacalhau, tomou suquinho de laranja e aguentou firme até as 22hs. Quando começou a fazer manha e resolvemos voltar pra casa.

Antes mesmo de sairmos do estacionamento do shopping, Jacaré caiu no sono e acordou por volta das 11 no domingo, recorde total!!!! No domingo, uma hora depois dele acordar já estávamos em um churrasco na cada de uma amiga, onde ele se esbaldou porque o amiguinho Luca estava lá para correr, pular e brincar com ele. Tinha espaço de sobra para eles, o dia estava quente e gostoso. Lá pelas 4 as crianças todas acabadas, começou a chover e resolvemos voltar para o descanso final, já que segunda-brava estava quase chegando.

Enzo dormiu até as 18hs, acordou, jantou, assitiu Cocoricó, tomou banho e às 7h30, já estava dormindo de novo. Foi assim até hoje de manhã, quando tivemos que acordá-lo as 7 para ir pra escola.

Bom, o que posso tirar disso tudo? Nossos filhos são caixinhas de surpresa….não vale estressar antes da hora. E fica a dica de um restaurante para ir com crianças: Giovanetti em Campinas. Tem algumas unidades dele na cidade com direito a um São Bernardo Gigante e Lindo, de verdade, que dá uma passeada pelo salão, tira fotos com os clientes e vai embora.

 

Deixe um comentário »

O Pior Choro

Eu li certa vez em um livro (que não me lembro o nome) que o pior choro não é o de cólica, nem frio ou calor, nem mesmo o de fome. O pior, o mais desesperador é o de sono. Hoje tive a comprovação disso. No começo, filhote chorou de frio na hora do banho, chorou de fome porque o leitinho da mamãe não foi suficiente, chorou de cólica (isso foi pouco), mas hoje ele deu um baita de um PITI.

Como sempre ele não dorme direito durante o dia, durante a semana, porque de final de semana tira o atraso. Maridão foi buscar na escolinha e ao chegar em casa o Jacaré estava cheio de birra, queria subir as escadas, abrir gravetas, brincar com o que não pode. E claro, a cada NÃO, batia o pé (parecia o samba do criolo doido) e chorava. Demos o suquinho de sempre e subimos para assistir DVDs com músicas infantis. Nem deu tempo d’eu ligar a TV e o chororô começou.

Filhote gritava, batia o pé e chorava compulsivamente. Não queria chupeta, não queria colo, não queria nem a Galinha Pintadinha!!!!! Resolvemos começar os preparativos para fazê-lo dormir: Trocar a fralda, colocar pijama e dar a mamadeira. O escândalo foi tão grande que ele ficou todo suadinho de tanto gritar e até chegou a engasgar algumas vezes. Parecia que alguém o estava agredindo ou com uma dor terrível de ouvido, ou algo do gênero. A gente chega até a achar que tem algo errado mesmo!

Maridão contou que outro dia aconteceu isso também. Jacaré ficou uns 10 minutos gritando sem parar. Como ele estava sozinho e enfrentava aquilo pela primeira vez ficou preocupadíssimo, chegou a ligar na escolinha para saber o que tinha acontecido. Bom, dessa vez ele já estava preparado. Tentamos fingir que nada estava acontecendo, continuamos a falar com ele em tom normal, trocá-lo e forçamos um pouco para ele pegar a mamadeira. Com muito cuidado claro, pois criança aos berros pode se engasgar com o líquido.

Depois de alguns minutos – que pareciam eternidade – conseguimos que ele mamasse e logo dormiu. Continua lá, tranquilão.

E o motivo do piti?

a) Dor

b) Frio

c) Fome

d) Sono

E a resposta correta é: Sono, sono e sono!!!!!

O sono dos justos!

2 comentários »

Saindo do Casulo…

Hoje começamos os preparativos para a primeira viagem com nosso filhote. Já faz algum tempo que quero conhecer Monte Verde, e resolvemos fazer um test drive de final de semana, antes das merecidas férias em outubro.

Ontem fiz uma lista de todos os itens que temos que levar, para não esquecer nada e também não passarmos por apuros, como por exemplo precisar de uma mamadeira de madrugada e não termos água morna para o preparo. É minhas amigas, eu acostumei meu filhote com mamadeiras mornas, agora tenho que pagar pelo meu erro. (rsrs)

Como estamos indo para uma pousada, e não conheço o lugar, não sei se a estrutura é de serviço de quarto 24hs (mais provável que não), portanto tenho que estar preparada para qualquer eventualidade.

Ficarei ausente do blog nesses próximos dias, mas quando voltar, registrarei tudo aqui.

Kisses

1 Comentário »

Lembranças – Parte I

Ao escrever sobre a doação de roupinhas do primeiro ano, várias lembranças vieram a minha
mente. Desde o descobrimento da gravidez até agora. Então vamos fazer como o Jack, vamos por
partes nas lembranças, ok?! Como fiquei sabendo que estava gravidinha? Bem, descobri antes
mesmo da famosa visita do seu Chico. É que comecei com atitudes estranhas: não conseguia
comer carne, meu desejo por doce havia sumido (esse sintoma poderia voltar!) e acordava às
6 da manhã (algo extremamente atípico, acordar sem o despertador) com vontade de tomar
um “ar” e água gelada. Gente, vamos falar sério agora, que pessoa em sã consciência acorda às
6 (isso mesmo, SEIS) da manhã para tomar um copo de água gelada e respirar arzinho fresco da
madrugada?! Só a doida aqui, né?! Como diz uma amiga querida, “Peloamor!!!!”
Pois então, meu maridão diz que sacou na hora, no primeiro dia em que saí debaixo do meu
edredom fofíssimo de malha num sábado de primavera, mas ainda friozinho nesse horário.
Pois bem, neste final de semana fizemos um churrasco em casa e não quis saber da picanha, me
bateu uma vontade louca de atacar a costelinha de porco. De novo, “peloamor”, porco pra mim,
só o Palmeiras e alguns tipos de embutidos…não gosto de pernil, costela de porco, nada disso.
Mas naquele final de semana, a costelinha caiu que caiu redonda!!!
Na segunda foi feriado, mas continuei com a doidisse de acordar super cedo e tomar água gelada,
mas claro, fiz um teste de farmácia. Como muitas histórias que eu já ouvi, a bendita segunda linha
deu bem clarinha…aí vem a dúvida, dá para estar meio-grávida? Acho que não, então se tem duas
linhas, mesmo que a segunda esteja quase invisível, deve ser!!!
Na terça, primeiro horário, antes mesmo de ir trabalhar, liguei pra minha médica e fui até lá
pegar a solicitação de exame, como o laboratório fica na mesma rua, fiz o exame no mesmo dia
e por volta das 17hs o resultado sairia na internet. Ô dia longo, sem grandes problemas para eu resolver (o que faz o dia voar normalmente no meu trabalho). Um pouco antes das 17hs recebo
uma mensagem no meu celular, o resultado já estava na internet. Não agüentei e entrei para ver.
Resultado: Positivo!!!!

1 Comentário »

Limpa no Armário

Essa semana eu parei para pensar porque é tão difícil nos desvencilharmos de alguns objetos. Gosto de coisas boas e de qualidade, porém me considero muito mais espiritualista do que materialista. Mas o Enzo completou um ano em junho e até agora eu não havia feito uma limpa no armário dele. As roupinhas que não servem mais estavam todas em dois gavetões que ficam embaixo da cama do quartinho dele, e em mais duas sacolas lá em cima no armário, mas nada de coragem de me desfazer delas. A primeira desculpa é o fato de que não tinha certeza se pararia no primeiro ou se tentaria um irmãozinho para o Enzo. Agora percebo que o real motivo é o apego afetivo por cada body, casaquinho, mijãozinho e sapatinho. Mas não posso ficar guardando o que não é usado mais, certo?! Não só pela motivação politicamente correta, de que o que não usamos, outras pessoas precisam e irão usar, mas também pelo princípio de que energia parada não faz bem e a fila tem que andar!

Decisão tomada, semana passada retirei tudo dos gavetões e do armário, coloquei tudo em duas caixas e em mais duas sacolas. Sem conferir o que estava doando, pra não correr o risco de cair em tentação de guardar o que não iria usar mais. Mas para minha surpresa, não consegui colocar as benditas caixas e sacolas no porta-malas do carro para doação. Estão lá, no chão do quarto de hóspedes até segunda ordem. Ontem dei uma espiadinha e retirei 3 macacões, um casaquinho de lã que a tia Isabel fez, mais um sapatinho de lã que tia Jacira fez e faz parte do álbum de gravidinha que fiz com o maridão, fora um body vermelho que a tia loka-maluka deu logo nos primeiros dias e o primeiro tênis. Ah, e um pijaminha com direito a pés de dinossauros e gorrinho. Pronto, agora estou pronta para levar as caixas e sacolas embora!

Não sei até quando vou guardar essas peças que separei, talvez guarde para quando o Enzo tiver filhos, e eu netos! Talvez para um sobrinho que virá. Ainda não sei, só sei que a necessidade de guardar um pedacinho dos primeiros momentos do meu filhote existe e não vou lutar contra isso agora. Posso deixar para depois, né?! Kkkkk

Deixe um comentário »

A Decisão

Me casei dizendo aos quatro ventos que jamais teria filhos. E passei os primeiros 11 anos de casada pensando assim. Sempre trabalhei no que gosto (quando deixo de gostar, simplesmente mudo o rumo de tudo, sem muito medo do que vou encontrar pela frente) e sempre gostei da liberdade que o casamento sem filhos nos proporciona. Porém, depois que os 30 anos bate a nossa porta, a decisão final tem que ser tomada: vou seguir minha vida assim sem arrependimentos futuros ou vou mudar o rumo das coisas? Foi quando no auge da minha confusão, duas pessoas muito próximas engravidaram: meu irmão (na verdade minha cunhada, claro!) e minha amiga do coração.  E, pasmem!!!! Fomos convidados para sermos padrinhos dos dois bebês!!!! Eu, aquela que dizia que não teria filhos, que não via graça em crianças, seria madrinha de dois bebês. Estariam eles loucos? Ou será que me conheciam mais do que eu mesma?! Bom, o resultado de tudo isso foi que ao acompanhar de perto as duas gravidezes e os nascimentos dos dois (uma menina e um menino), eu fui me empolgando com a história. Afinal, só quem não tem coração para não se encantar por seus afilhados, né?! O instinto maternal foi me pegando de jeito e resolvi parar a pílula, minha companheira desde os meus 18 anos. No lugar dela muito ácido fólico e poucos meses depois a gravidinha era eu. Em 9 meses meu Enzo estaria chorando de madrugada, e me enchendo de alegria!!!!

Decisão sábia e que não me arrependo nem um segundo…

2 comentários »

O primeiro Post!!!

Nossa, criei coragem para não só colocar no papel toda minha experiência, como também deixar esses registros públicos! Sim, como toda jornalista eu gosto muito de escrever, mas como não tenho me dedicado tanto à essa grande paixão, ainda estou um pouco enferrujada. Mas isso não me importa agora, o que importa e poder dividir com vocês as minhas aventuras nesse universo de mãe-esposa-profissional que sou. Sim, sou mais uma mãe coruja que quer mostrar ao mundo o que se passa nesta vida louca ao tentar ser a melhor profissional, a melhor esposa e a melhor mãe que posso ser. Espero que meus posts façam com que meus leitores se identifiquem com alguns pontos, se divirtam com minhas neuras, e também aprendam com meus erros e acertos!

Um beijo a todos,

Adri

Deixe um comentário »